• Marisa Melo

Capital Visual



Hoje, vivemos em imagens onipresentes, seja na mídia digital ou física. No entanto, a "leitura de imagens" como código de comunicação ainda está pouco desenvolvida. Se por um lado há tanto conteúdo visual, por outra falta às pessoas um pensamento crítico para avaliar esse conteúdo além de seu aparente valor estético.


A maneira como nos apresentamos é uma ferramenta importante não apenas na vida social, mas também no mundo corporativo, onde a aparência tem sido cada vez mais valorizada.


O impacto que causamos pode ser um importante aliado quando conseguimos comunicar visualmente nossas qualidades e transmitir adequadamente nossos objetivos e capacidades.


A imagem pessoal vai muito além da nossa percepção, também inclui a forma como as outras pessoas nos percebem. A partir de nosso comportamento e vestimenta, as pessoas ao nosso redor formam sua impressão sobre nós.


A maneira como nos apresentamos não é apenas uma ferramenta importante, mas uma grande aliada, principalmente no mundo digital, onde temos segundos para comunicar quem somos e o que fazemos.

Tão bom quanto um produto, se a embalagem tiver uma aparência mediana e não transmitir a qualidade do conteúdo corretamente, a confiança será muito mais difícil. Mesmo sem saber, julgamos as pessoas da mesma forma.


Temos apenas 30 segundos para causar uma boa impressão através de nossa imagem, claro, depois temos de segurar no conteúdo!


187 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo