top of page

Entrevista com o artista plástico Natan D'Sampa!

Atualizado: 20 de fev.



O trabalho da UP Time Art Gallery é inspirar e fascinar através da Arte. Nossos artistas apresentam trabalhos que retratam nossas emoções, nossas causas, nossas vidas. O público sempre quer conhecer o artista por trás da obra. Quem é, como pensa? Que história de vida levou a esse trabalho?

Hoje conosco, Natan D'Sampa!






Natan D'Sampa é brasileiro e paulistano, trabalha em seu ateliê como artista plástico há mais de 30 anos. Influenciado pela arte contemporânea, o artista cria obras que vão do realismo ao surreal, com traços e silhuetas do cotidiano, utilizando as cores da cidade de São Paulo, oferecendo ao observador uma composição surpreendente. A união das cores vermelha, branca e preta gerou a identidade visual e a temática pelas quais o artista é conhecido.


Natan, trabalhou paralelamente durante muitos anos no mercado publicitário como desenhista, emancipando o seu trabalho artístico. Nesse mesmo período, começou a investir em suas primeiras pinturas e decidiu que era hora de assumir um novo desafio e mergulhar no estudo aprofundado de dois contextos artísticos: a arte urbana e a arte medieval.


Fascinado pelo mundo da arte, principalmente pelas técnicas dos grandes mestres pintores, e inspirado por Frank Frazetta e Boris Vallejo, adquire conhecimento através de cursos, viagens e em ateliês de pintura onde pode aprimorar seu desenho, técnica e criatividade. Desde então, sua arte enveredou por um caminho de beleza ímpar, e suas obras passaram a ser reconhecidas e requisitadas em todo o mundo.


A obra do artista configura-se na técnica do acrílico sobre tela - estilos figurativos realistas contemporâneos e surrealismo - por meio de uma linguagem artística intrinsecamente relacionada à sensação. O diálogo entre a arte clássica e a arte contemporânea, que caracteriza a sua obra, relaciona-se com o que se pode conceituar como "realismo imaginário/fantástico", o ponto de encontro do mundo real/concreto e o mundo dos sonhos, a sua própria interiorização, emoções e possibilidades perspectivas.


Desde 2019, o artista participa de exposições coletivas no Brasil e no exterior e conquistou inúmeros prêmios em sua categoria. Divulga seu trabalho por galerias no Brasil e na Europa e tem sua obra catalogada em publicações de arte brasileiras e estrangeiras. Seu trabalho foi exibido com grande interesse em importantes salões e galerias em Paris/França, Barcelona/Espanha e em breve chegará à Roma.


Natan D'Sampa traz uma aguçada sensibilidade artística às suas composições, dando vida e vitalidade às suas figuras atemporais numa criteriosa relação entre o clássico e o contemporâneo. A sua obra também está intrinsecamente ligada à emoção, com uma linguagem pessoal e um eixo temático que aborda todos os aspectos da vida contemporânea de forma poética e cativante.




1- Como foi o seu início na arte?

Meu início na arte foi admirando os desenhos do Waldisney e Frank Frazetta, Boris Vallejo, desenhos da Branca de Neve, eu ficava fascinado.

Trabalhei no mercado publicitário muitos anos fazendo desenhos, o que reforçou o meu lado artístico, emancipando a minha arte. Durante a minha caminhada pintei murais, arte de rua, muito grafite, experimentei várias linguagens, explorei várias técnicas. Com o tempo consegui a minha própria identidade artística, optando por pintar com as cores de São Paulo, embora tenha vários trabalhos com outras cores, procuro desenvolver dentro de uma mesma linguagem.







2- Como se deu o tema das cores de São Paulo?

O tema nasceu através de uma fotografia antiga da cidade de Paris em branco e preto. Pensei em colocar uma cor para dar um diferencial e ficou perfeita. Daí então, passei a pintar com as cores da cidade de São Paulo. Me identifico demais com esta cidade, acho bem interessante seus monumentos, principalmente do velho centro. Muitas pessoas que moram na própria cidade desconhecem grande parte desses monumentos, através de minha arte acabo aproximando o público.


Quais os grandes desafios que você encontrou na arte?

O material é muito caro, aprender a lidar com as cores, sendo autodidata.

O mercado em si é muito fechado, sempre tudo muito difícil. Fui fazendo exposições, buscando determinado espaço. Até que conheci a minha agente de arte Marisa Melo, levando o meu trabalho para outro patamar. Hoje o meu trabalho é reconhecido no mercado internacional e tenho uma demanda muito boa. Mas chegar a ter reconhecimento foi um caminho árduo. Não basta pagar para que lhe assessorem, o fundamental e difícil é encontrar a pessoa certa, aquela que vai de fato agregar valor, neste mercado tem muita gente que não sabe nada, mas o artista não sabe e perde tempo e dinheiro.









3- Como você definiu o seu estilo?

Eu já tinha certo o figurativo, não foi difícil, apenas aperfeiçoei a técnica para melhores resultados.


4- O contato com a arte mudou a sua forma de ver a sua vida?

Sim, por que através da arte você pode expressar a sua opinião, temas do cotidiano, protestar. A arte é história, sem ela não temos passado.


5- Qual a mensagem que está por trás de seu trabalho?

A minha mensagem com referência a São Paulo é para que não se perca nossas referências do passado.


6- Quais artistas você usa como referência ou inspiração de seu trabalho?

Eu me baseio muito na pintura que me agrada no momento e não um artista especifico.








7- Como é o seu processo criativo?

Meu processo criativo é a lápis, fazendo um esboço na tela, então vou pensando o que ficaria adequado a imagem. Só utilizo a tinta acrílica e a caneta posca.


8- Qual mensagem você deixa para quem está iniciando?

Nunca desistir do seu objetivo, se realmente é aquilo que você deseja vá atrás, uma hora as portas se abrem. E seja humilde, sempre.




Saiba mais:

Instagram: @natandsampa

www.natandsampa.com


Sobre a UP Time Art Gallery:


Galeria de arte itinerante que reúne artistas do Brasil e de países da Europa para disseminar o que há de melhor no cenário da arte contemporânea. Fundada por Marisa Melo, a galeria de arte alcança mais de 30 países ao redor do mundo, isso porque ela funciona em formato digital desde o seu nascimento, apresentando mundialmente exposições 3D e exposições regionais presenciais com um time de artistas distintos.



Nossos serviços:

Exposições virtuais, físicas nacionais e Internacionais, Feiras de Arte, Projetos, Catálogo do Artista, Consultoria para Artistas, Coaching, Construção de Portfólio, Posicionamento Digital, Branding, Marketing Digital, Pod Cast, Criação de Conteúdo, Identidade Visual, Biografia, Textos Crítico, Assessoria de Imprensa, Entrevistas e Provocações.
















73 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page