• Marisa Melo

O “Lennon” de Tito Khzouz


“Lennon”

Com a obra “Lennon”, o artista visual Tito Khzouz, presta uma homenagem a esse ídolo de todos nós e compartilha seu apoio às teses pacifistas e de justiça que o ex-Beatle defendia. Quarenta anos após sua morte, Lennon segue sendo um símbolo das causas que defendeu. Numa obra Pop-Art, Tito Khzouz celebra a data em que Lennon completaria 80 anos. Nela encontramos uma referência a Kandinsky e à própria Bauhaus. Uma obra moderna que nos lembra do que ainda não mudou.

Mais que celebrar a genialidade de John Lennon, a obra vem nos alertar para o que ainda não conquistamos. Tito nos lembra que o nacionalismo e o autoritarismo sobrevivem até os dias de hoje. Ainda aceitamos a guerra, a discriminação e a injustiça. Que a obra de Tito Khzouz nos lembre o ensinamento fundamental que Lennon nos deixou: para conseguir essas mudanças, o caminho não é a violência. Nas palavras do próprio John, tudo que precisamos, é de amor:

“All you need is love”.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo