• Up Time Art Gallery

VAMOS FALAR DE FOTOGRAFIA?

Atualizado: Jun 20


Para a energia criativa do artista, muitas vezes não basta uma única forma de expressão. Não é suficiente inovar nos materiais e texturas. E assim nascem pintores-escultores, músicos-pintores que, como da Vinci, fazem de seu trabalho um exercício constante de versatilidade. São artísticamente bilíngues. Muitos artistas visuais, buscam as trilhas de Henri Cartier-Bresson e de Sebastião Salgado como exemplos de comunicação visual. Trabalhando exclusivamente com fotos ou incorporando essas imagens a composições mistas ou digitais.

Assim como esses artistas, o público em geral tem procurado conhecer mais e nos perguntam frequentemente como avançar nesse caminho. É muito comum a pessoa comprar uma máquina fotográfica e, em seguida, se intitular “fotógrafo”. O que poucos sabem é que o equipamento é o que menos importa. Mesmo com uma máquina amadora e uma lente qualquer, é possível fazer excelentes fotografias desde que se domine a técnica.

A boa notícia é que é possível ter sucesso nessa área se você estudar bastante. Eu trabalho com fotografia há 25 anos. Embora tenha graduação universitária, isso não me deu todos os elementos para chegar aos resultados de hoje. Muito do que aprendi ao longo dos anos foi fruto de muita pesquisa, muitos testes, muitos erros.

Hoje, profissionais de respeito compartilham na Internet conteúdo suficiente para que você se torne um grande fotógrafo autodidata. Há excelentes tutoriais no YouTube.

Quando me perguntam qual caminho seguir, eu destaco alguns passos fundamentais.

· Aprenda o básico.

· Coloque em prática a técnica.

· Tire muitas fotos. Como disse Cartier-Bresson: “Suas primeiras 10 mil fotografias são as piores”.

· Descubra a sua luz.

· Descubra o que é mais adequado para você e na medida em que for dominando, avance. Eu estudo até hoje e nunca acho que minha foto está pronta.

O equipamento caro não é necessário. Mas o conhecimento é fundamental.

Muitas vezes me surpreendo em ver fotografias com problemas de foco, profundidade de campo, luz. Fotos com erros que seriam eliminados com um pouco mais de interesse. É um risco expor fotos assim porque um profissional de fotografia, só de bater o olho numa imagem, sabe se foram usadas a abertura e a velocidade corretas. Sabe se a foto foi feita no modo automático.

Se você quer se tornar um fotógrafo de verdade, domine o básico, invista em livros, veja tutoriais, tire suas dúvidas com quem sabe mais que você. Descubra o que mais gosta de fotografar e estude muito. Sempre.

E lembre-se que a técnica é apenas um dos componentes. A atenção, a paciência, e o seu sentimento são essenciais, na fotografia, e em qualquer forma de expressão artística. Cartier-Bresson resumiu magistralmente: “Fotografar é colocar na mesma linha a cabeça, o olho e o coração”.

0 visualização

UP Time

@ 2019 designed by Marisa Melo

Subscribe to Our Newsletter

Brasil         

Tel: 55  (11) 99724 0909