• Marisa Melo

Entrevista com a artista visual Ritamar Francescatto

Atualizado: Mai 29

O trabalho da UP Time Art Gallery é inspirar e fascinar através da Arte. Nossos artistas apresentam trabalhos que retratam nossas emoções, nossas causas, nossas vidas. O público sempre quer conhecer o artista por trás da obra. Quem é, como pensa? Que história de vida levou a esse trabalho?


Hoje conversamos com Ritamar!



1. Como foi a sua iniciação na arte?

Desde criança criava roupas de boneca, jogos e brincadeiras.

Destacava-me em artes cênicas também.

Sempre fui criativa em várias áreas.

Meus pais tinham uma inclinação artística muito acentuada, eram músicos, cantores e artesãos.

Fiz Educação Artística na faculdade. Lecionei nessa área e elaborei muitos projetos inovadores e criativos nas escolas onde passei.


2. Como desenvolveu seu estilo?

Tenho vários estilos. Estou sempre mudando, explorando e expandindo.

Uso várias técnicas e tento unificá-las. Uso muito cores. Acho que elas dizem muito sobre o meu trabalho.


3. Como é o seu processo criativo?

Meu processo criativo vem em fases.

Ás vezes sinto necessidade de usar uma técnica com referência a um determinado tema. Em seguida, já estou pensando em algo diferente. Gosto muito da interatividade, da textura que me sugere vários conceitos.

Eu leio, observo, escuto e faço pesquisas. Muitas pesquisas...

Deixo a mente vagar.



4. Quais artistas servem de referência para a sua arte?

Klimt, Matisse, Redon, Kandinsky, Monet, Portinari, Velasquez, Toulouse, Rafael, Botticelli, Rafael, Gabriele Munter, muitos. Sempre a me inspirar.


5. Como está sendo o seu processo criativo na pandêmia?

Sinto falta de dialogar, debater assuntos ligados à minha área com outros artistas .Trocar experiências.

As vezes, passo semanas sem produzir. O astral pesado do momento em que estamos passando me afeta.

Tenho aprendido a me desligar e mostrar o meu olhar perante o todo, o belo. Em minhas obras tenho explorado muito o meu Eu SOU, meu interior, para me entender melhor e consequentemente passar à minha pintura. Me conectando com o que me rodeia. Sentir e expandir esse afeto que harmoniza e nos dá leveza.

Estou abraçando o Universo, e essa conexão transforma o meu olhar com o todo. Meu pincel e minhas cores registram esta transmutação em minhas obras.


6. Qual mensagem você passa com o seu trabalho?

Que o olhar do observador sinta a harmonia, o equilíbrio e principalmente a energia, em forma de cores, que a obra possui.

Que seu sentimento diante da obra, mova o que está dentro de si, de sua alma, e o incite a explorar sua busca interior, sentindo-se parte dela, entrando em contato consigo mesmo.

7. Quais as dificuldades que você encontra em ser artista?

Moro numa cidade do interior no sul do país, tenho dificuldade em encontrar bons materiais. A maioria tem qualidade inferior, além de ser muito mais caro. Também não há bons cursos para o desenvolvimento do artista.




Saiba mais sobre a artista:

Instagram: @ritamardf

https://www.facebook.com/ritamar.devenzfrancescatto






Sobre a UP Time Art Gallery:

Galeria de arte itinerante que reúne artistas do Brasil e de países da Europa para disseminar o que há de melhor no cenário da arte contemporânea. Fundada por Marisa Melo, a galeria de arte alcança mais de 30 países ao redor do mundo, isso porque ela funciona em formato digital desde o seu nascimento, apresentando mundialmente exposições 3D e exposições regionais presenciais com um time de artistas distintos.


Sobre Marisa Melo:

Formada em Propaganda e Marketing, Moda e Fotografia. Especialista também em crítica de arte, Gestão de Negócios, Arte e Estética e Design Gráfico. Artista Visual, consultora de projetos Artísticos, produtora de mostras, curadora e redatora de textos curatoriais.


Nossos serviços:

Exposições virtuais, físicas nacionais e Internacionais, Feiras de Arte, Projetos, Catálogo do Artista, Consultoria para Artistas, Coaching, Construção de Portfólio, Posicionamento Digital, Branding, Marketing Digital, Criação de Conteúdo, Identidade Visual, Biografia, Textos Crítico , Assessoria de Imprensa, Entrevistas e Provocações.



The UP Time Art Gallery's job is to inspire and fascinate through art. Our artists present works that portray our emotions, our causes, our lives. The public always wants to know the artist behind the work. Who is it, how do you think? What life story led to this work?


Today we talked to Ritamar Francescatto!


1. How did art come into your life? Ever since I was a child, I created doll clothes, games and games. I excelled in performing arts too. I have always been creative in many areas. My parents had a very strong artistic inclination, they were musicians, singers and artisans. I did Art Education in college. I taught in this area and developed many innovative and creative projects in the schools where I spent.


2. How did you develop your style? I have several styles. I am always changing, exploring and expanding. I use several techniques and try to unify them. I use a lot of colors. I think they say a lot about my work.


3. How does your creative process work? My creative process comes in stages. Sometimes I feel the need to use a technique with reference to a certain topic. Next, I'm already thinking about something different. I really like the interactivity, the texture that suggests several concepts to me. I read, watch, listen and do research. Lots of research ... I let my mind wander.


4. Which artists serve as a reference for your art? Klimt, Matisse, Redon, Kandinsky, Monet, Portinari, Velasquez, Toulouse, Rafael, Botticelli, Rafael, Gabriele Munter, many. Always inspiring me.


5. How is your creative process going during the pandemic? I miss talking, debating subjects related to my area with other artists. Exchanging experiences. Sometimes I go weeks without producing. The heavy mood of the moment we are going through affects me. I have learned to disconnect and show my gaze before the whole, the beautiful. In my works, I have explored my I AM, my interior, to understand myself better and consequently move on to my painting. Connecting me with my surroundings. Feel and expand this affection that harmonizes and gives us lightness. I am embracing the Universe and I feel my eyes transform. My brush and my colors transmute evidencing my works.


6. What message do you send with your work? Being myself in a countrside city.


7. What are the difficulties in being an artist? I live in a country town in the south of the country, I have a hard time finding good materials. Most are of inferior quality, in addition to being much more expensive. There are also no good courses for the development of the artis.


About the UP Time Art Gallery: Itinerant art gallery that brings together artists from Brazil and European countries to disseminate the best in the contemporary art scene. Founded by Marisa Melo, the art gallery reaches more than 30 countries around the world, because it works in digital format since its birth, presenting worldwide 3D exhibitions and face-to-face regional exhibitions with a team of distinguished artists.


About Marisa Melo: Graduated in Advertising and Marketing, Fashion and Photography. Specialist also in art criticism, Business Management, Art and Aesthetics and Graphic Design. Visual artist, consultant for artistic projects, producer of exhibitions, curator and writer of curatorial texts.


Our services: Virtual, national and international physical exhibitions, Art Fairs, Projects, Artist Catalog, Consulting for Artists, Coaching, Portfolio Building, Digital Positioning, Branding, Digital Marketing, Content Creation, Visual Identity, Biography, Critical Texts, Advisory Press, Interviews and Provocations.


Know more about the artist:

Instagram: @ritamardf

https://www.facebook.com/ritamar.devenzfrancescatto

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo