Entrevista com o artista Marcelo Grillo

O trabalho da UP Time Art Gallery é inspirar e fascinar através da Arte. Nossos artistas apresentam trabalhos que retratam nossas emoções, nossas causas, nossas vidas. O público sempre quer conhecer o artista por trás da obra. Quem é, como pensa? Que história de vida levou a esse trabalho?

Hoje conosco, Marcelo Grillo!


Marcelo Grillo é morador de Contagem desde 1977, conhecedor do passado histórico e artístico do município. Formado em Segurança do Trabalho, Meio Ambiente, graduado em Comunicação Social, atua como jornalista desde 2011, nas mais diversas áreas. Apresentador, escritor e fotógrafo, descobriu em 2017 o gosto pelas artes plásticas.

O artista apresenta trabalhos de pintura em tela, onde expressa o talento recém descoberto através das mais diversas formas e técnicas adquiridas.




1 – Como e quando nasceu o seu interesse pela arte?

Descobri as artes plásticas em 2017, através da minha atividade profissional dentro da Fundação de Cultura de Contagem (atualmente Secretaria de Cultura). À época, exercendo o cargo de vice-presidente e responsável pela comunicação institucional, realizamos um evento de confraternização entre os servidores e uma oficina de pintura durante este evento. Instruídos por artistas (servidores públicos) da fundação, produzimos telas experimentais e com objetivo de integrar a equipe. Resultados grandiosos, que se tornou uma exposição na galeria da fundação, aberta ao público. A partir desta experiência, resolvi “brincar de ser artista”, frase que usava junto às pessoas quando iniciei os trabalhos, em companhia de minha companheira e meu filho (com dois anos de idade). A “brincadeira” ficou séria e, com o estímulo de colegas de trabalho, dei sequência buscando conhecer diversas técnicas e formas de experimentação artística. Assim criei a “Arte Experimental”, um conjunto de trabalhos que têm por características, a diversão, experimentação e a mistura de técnicas em uma mesma obra.



2 – Como é o seu processo criativo?

Meus trabalhos não obedecem a uma lógica ou segmentação clássica. Gosto de brincar com as cores e experimentar possibilidades dentro de uma mesma obra. Também gosto de ouvir enquanto estou trabalhando (minha companheira é “minha” guru). As misturas que busco fazer tornam o processo criativo mais leve, e abrem uma variedade de caminhos durante a criação e execução de um trabalho. Em alguns, o processo de elaboração até a finalização já levou semanas enquanto outros, feitos em poucas horas. Ainda sou um experimentador voraz, e um “aprendiz contínuo”.



"Africamos" - Acrílica sobre tela - 140X80cm



3 – Quais artistas você usa como referência ou inspiração em seu trabalho?

Meus inspiradores e incentivadores, além de amigos são mineiros, educadores e grandes artistas: Fernando Perdigão, Hyvall e Olister Barbosa. Além deles, sou apreciador dos trabalhos do artista canadense Callen Schaub, por sua forma de criar e os malabarismos artísticos que ele utiliza principalmente para grandes dimensões. Por ter um contato muito recente com as artes, e não possuir formação específica creio que minha inspiração venha de artistas que trabalhem de forma livre e com certo “descompromisso”.



4 – Você acredita que o fato de você ser jornalista agrega na arte? É um facilitador?

Não creio que minha profissão traga muita coisa para o trabalho artístico. Até porque o fato de trabalhar com a informação delimita minha criatividade e me faz ser metódico, detalhista e crítico. Creio que outras características pessoais tragam mais benefícios, como meu humor, a música e o gosto pela coisa lúdica. Mas o jornalismo não enxergo como ponto alto, ou que agregue tanto. Talvez eu ainda não tenha percebido alguma contribuição nesse aspecto.



5 – O contato com a arte mudou a sua forma de ver a vida?

Meu mundo dentro da arte transformou minha vida. A descoberta veio pouco tempo após o nascimento do meu primeiro filho, e isso me trouxe ganhos para a vida. Poder dividir isso com ele no dia a dia, é mais significativo, prazeroso e transformador. A leveza de trabalhar com arte acalma o corpo e a mente, nos deixa mais sensíveis ao olhar o mundo, e nos faz pessoas mais altivas, generosas e cuidadosas no trato com a vida.



6 – Qual mensagem está por trés de seu trabalho?

Dizer que há uma mensagem em meu trabalho é algo complexo, mas acredito que cada obra traz um pouco do carinho, da admiração, do amor que tenho pela vida e pelas pessoas. Vejo cada obra de uma forma, e tento passar através delas um pouco destes sentimentos. Enfim, arte é vida, e a vida precisa de sentimentos puros e verdadeiros. É isso que tento mostrar em cada traço, cor e tela.



"True Colors" - Acrílica sobre tela - 140X60cm




7 – O que chama a sua atenção no mundo?

Sou amante da vida, dos sorrisos, das belezas naturais. Meu mundo está sempre de bom humor, de coração puro e limpo de qualquer sentimento ruim. Claro que sem fugir da realidade e dos percalços existentes, mas sempre com vontade de estar e fazer o bem. A descoberta da arte em minha vida só trouxe mais vontade de aproveitar e dividir as boas coisas que temos no mundo, na vida e em tudo que possa trazer para meu trabalho artístico.



"Amor Infinito" - Acrílica sobre tela - 50x70cm



Sobre a UP Time Art Gallery:

Galeria de arte itinerante que reúne artistas do Brasil e de países da Europa para disseminar o que há de melhor no cenário da arte contemporânea. Fundada por Marisa Melo, a galeria de arte alcança mais de 30 países ao redor do mundo, isso porque ela funciona em formato digital desde o seu nascimento, apresentando mundialmente exposições 3D e exposições regionais presenciais com um time de artistas distintos.

Sobre Marisa Melo:

Formada em Propaganda e Marketing, Moda e Fotografia. Empresária no Mercado de Arte, especialista em crítica de arte, Gestão de Negócios, Arte e Estética e Design Gráfico. Artista Visual, certificação em Liderança pela PUC, consultora de projetos Artísticos, produtora de mostras, curadora e redatora de textos curatoriais.

Nossos serviços:

Exposições virtuais, físicas nacionais e Internacionais, Feiras de Arte, Projetos, Catálogo do Artista, Consultoria para Artistas, Coaching, Construção de Portfólio, Posicionamento Digital, Branding, Marketing Digital, Pod Cast, Criação de Conteúdo, Identidade Visual, Biografia, Textos Crítico, Assessoria de Imprensa, Entrevistas e Provocações.


"Caminhos" - Acrílica sobre tela - 120x60cm






"Afago" - Acrílica sobre tela - 50x70cm



The UP Time Art Gallery's job is to inspire and fascinate through art. Our artists present works that portray our emotions, our causes, our lives. The public always wants to know the artist behind the work. Who is it, how do you think? What life story led to this work.


Today with us, Marcelo Grillo!


Marcelo Grillo has been a resident of Contagem since 1977, knowing the historical and artistic past of the municipality. Graduated in Occupational Safety, Environment, graduated in Social Communication, he has been working as a journalist since 2011, in the most diverse areas. Presenter, writer and photographer, he discovered in 2017 his taste for the visual arts.

The artist presents works of painting on canvas, where he expresses his newly discovered talent through the most diverse forms and techniques acquired.


1 – How and when was your interest in art born?

I discovered the visual arts in 2017, through my professional activity within the Contagem Culture Foundation (currently Secretary of Culture). At the time, acting as vice president and responsible for institutional communication, we held a fraternization event between the servers and a painting workshop during this event. Instructed by artists (public servants) of the foundation, we produce experimental canvases with the aim of integrating the team. Grandiose results, which became an exhibition in the foundation's gallery, open to the public. From this experience, I decided to “play at being an artist”, a phrase that I used with people when I started the work, in the company of my partner and my son (with two years old). The “joke” became serious and, with the encouragement of co-workers, I continued seeking to know different techniques and forms of artistic experimentation. So I created “Experimental Art”, a set of works whose characteristics are fun, experimentation and the mixture of techniques in the same work.


2 – How is your creative process?

My works do not follow classical logic or segmentation. I like to play with colors and experiment with possibilities within the same work. I also like to listen while I'm working (my companion is “my” guru). The mixtures I try to make make the creative process lighter, and open up a variety of paths during the creation and execution of a work. In some, the process from elaboration to finalization has already taken weeks, while others, done in a few hours. I am still a voracious experimenter, and a “continuous learner”.


3 – Which artists do you have as a reference or inspiration in your work?

My inspirers and supporters, as well as friends, are from Minas Gerais, educators and great artists: Fernando Perdigão, Hyvall and Olister Barbosa. In addition to them, I am a fan of the works of Canadian artist Callen Schaub, for his way of creating and the artistic juggling he uses mainly for large dimensions. Because I have a very recent contact with the arts, and do not have specific training, I believe that my inspiration comes from artists who work freely and with a certain “disengagement”.


4 – Do you believe that the fact that you are a journalist adds to your art? Is this a facilitator?

I don't think my profession brings much to artistic work. Especially because working with information limits my creativity and makes me methodical, detail-oriented and critical. I believe that other personal characteristics bring more benefits, such as my humour, music and taste for playful things. But I don't see journalism as a high point, or one that adds so much. Perhaps I have not yet noticed any contribution in this regard.


5 – Has your contact with art changed your way of seeing life?

My world within art has transformed my life. The discovery came shortly after the birth of my first child, and it brought me gains for life. Being able to share this with him on a daily basis is more meaningful, pleasurable and transformative. The lightness of working with art calms the body and mind, makes us more sensitive when looking at the world, and makes us more proud, generous and careful people in dealing with life.


6 – What message is behind your work?

Saying that there is a message in my work is complex, but I believe that each work brings a little of the affection, admiration, and love I have for life and for people. I see each work in a different way, and I try to pass through them some of these feelings. Anyway, art is life, and life needs pure and true feelings. That's what I try to show in every stroke, color and canvas.


7 – What catches your attention in the world?

I am a lover of life, smiles, natural beauties. My world is always in a good mood, with a pure heart and clean of any bad feelings. Of course, without running away from reality and the existing mishaps, but always with the will to be and do good. The discovery of art in my life has only made me want to enjoy and share the good things we have in the world, in life and in everything that it can bring to my artistic work.



About UP Time Art Gallery: Itinerant art gallery that brings together artists from Brazil and European countries to disseminate the best in the contemporary art scene. Founded by Marisa Melo, the art gallery reaches more than 30 countries around the world, because it works in digital format since its birth, presenting worldwide 3D exhibitions and face-to-face regional exhibitions with a team of distinguished artists.


About Marisa Melo: Graduated in Advertising and Marketing, Fashion and Photography. Specialist also in art criticism, Business Management, Art and Aesthetics and Graphic Design. Visual artist, consultant for artistic projects, producer of exhibitions, curator and writer of curatorial texts.


Our services: Virtual, national and international physical exhibitions, Art Fairs, Projects, Artist Catalog, Consulting for Artists, Coaching, Portfolio Building, Digital Positioning, Branding, Digital Marketing, Content Creation, Visual Identity, Biography, Critical Texts, Advisory Press, Interviews and Provocations.

62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo