top of page

ENTREVISTA / Maya Veronese: a criança prodígio que pinta como gigante!

Atualizado: 30 de out. de 2023



O trabalho da UP Time Art Gallery é inspirar e fascinar através da Arte. Nossos artistas apresentam trabalhos que retratam nossas emoções, nossas causas, nossas vidas. O público sempre quer conhecer o artista por trás da obra. Quem é, como pensa? Que história de vida levou a esse trabalho?

Hoje conosco, Maya Veronese e sua Mãe Camila Veronese!







Maya Veronese é uma jovem artista, nascida em Nova Friburgo no Rio de Janeiro, atualmente reside na Australia, aos dez anos de idade, já possui um currículo com exposições internacionais e agora se prepara para expor em París, no Carrousel du Louvre, através da Vivemos Arte. Sua habilidade e criatividade impressionam a todos que têm a oportunidade de apreciar suas obras cheias de personalidade.


A arte sempre fez parte da vida de Maya, que já gostava de mexer com pincel e tinta desde os cinco anos de idade. Durante a pandemia da Covid-19, seu interesse pela pintura se intensificou e a artista passou a se dedicar ainda mais a essa arte que tanto ama.


Seus trabalhos já foram expostos em Portugal, na exposição Eurarts, em outubro do ano passado, o que mostra a grandeza de seu talento e a admiração que vem conquistando no mundo das artes.

Maya Veronese é um exemplo inspirador de que a arte não tem idade e pode ser apreciada e produzida por qualquer um, independentemente de sua idade. Sua história é um incentivo para todos aqueles que desejam seguir seus sonhos e se dedicar à arte.







MM- Como surgiu o desejo da Maya em pintar?


Conta Camila, mãe da Maya:


Maya é uma criança muito talentosa e com uma grande paixão pela arte. Desde muito cedo, ela mostrou interesse em desenhar e pintar, e com o tempo, começou a desenvolver suas habilidades sozinha através de vídeos na internet. Quando as aulas presenciais voltaram, ela aproveitamos a oportunidade para matricular Maya em uma escola de artes, onde teve a chance de experimentar diferentes materiais e aprender mais sobre o universo das pinturas.

O interesse de Maya pela arte cresceu ainda mais quando ela leu um livro sobre Monet e começou a se interessar por pintar telas. Desde então, ela passou a pintar todos os dias, muitas vezes sem interferências externas, sempre seguindo sua própria inspiração e criatividade. Seu amor pela arte é algo que vem de dentro e é alimentado por sua curiosidade e vontade de aprender.





"Aussie sunset" , 50x40 cm_acrilica sobre tela






"Brasilidade", 50x50 cm_acrílica sobre tela



MM- Como a Maya vem desenvolvendo o seu talento e quais dificuldades encontra, já que tem que conciliar a escola ?


Maya é uma grande amante das artes, sempre em busca de conhecimento e inspiração. Ela adora ler livros sobre o assunto, descobrir curiosidades e visitar museus e galerias. Essas experiências são muito importantes para ela, pois a ajudam a desenvolver sua criatividade e aprimorar suas técnicas.

No entanto, Maya enfrenta uma grande dificuldade em relação às suas próprias obras. Ela é extremamente exigente consigo mesma e muitas vezes se cobra demais. Ela até entende que está em processo de aprendizado, ainda assim, se cobra demais.

Apesar disso, Maya tem uma excelente habilidade de gerenciamento de tempo. Ela consegue conciliar suas atividades de pintura com sua vida de criança, sem prejudicar suas brincadeiras e estudos.




MM- Como surgiram as exposições internacionais em Portugal e París e qual a sensação da Maya em ter que lidar com o público nas exposições?


As redes sociais têm sido um importante meio de divulgação e oportunidade para Maya. Foi por meio de uma postagem no Instagram que soube da seleção de artistas em Leira em Portugal, enviei o material da Maya para curadoria e ela passou. Além disso, a Vivemos Artes também foi um canal para sua arte ser conhecida.

A curadora Malvino Palermo entrou em contato para convidá-la para participar da exposição W.I.T.A 2023, que reuniu 50 mulheres de todo o mundo.




MM- Percebe-se na pintura da Maya, cores vibrantes, traços energicos e fluidos, com forte tendencia para a abstração. Como ela chegou neste resultado? De que forma a Maya pratica a sua pintura?


Maya expressa em tela o que brota de seu coração, sem preocupações com a harmonia das cores. Ela pinta conforme o sentir, contempla as tintas, seleciona as que deseja e dá início à sua criação. É comum que, ao longo do processo, suas ideias evoluam, levando-a por caminhos inesperados. Pode começar com a imagem em mente e, no final, materializar algo completamente distinto do pensamento original.





"Flores, Matos em Cores" - 50x40 cm_acrílica sobre tela





MM- Você acha que o fato de vocês estarem morando fora do Brasil, contribui para a mercantilização das obras da Maya?


Não consigo dizer, pois acabamos de chegar aqui e ainda nao tivemos tempo hábil para divulgar o trabalho da Maya e nem intensificar sua divulgação no Brasil.




Como a Maya vem se adaptando à nova cultura? Ela costuma visitar museus e exposições?


Maya parece estar se adaptando bem à sua nova vida, apesar de enfrentar algumas dificuldades com a língua local. É admirável ver que ela está se esforçando para superar essa barreira e aprender o idioma o mais rápido possível.

Maya tem encontrado uma forma de se expressar através da arte. Ela já pintou 10 telas em apenas 4 meses e tem aproveitado ao máximo as oportunidades para visitar museus e galerias de arte e tem sido uma experiência enriquecedora para ela.





MM- Quais são as perspectivas de futuro e de projetos para o desenvolvimento da carreira da Maya?


Maya nutre paixão pela pintura e expressa seu desejo de dedicar-se continuamente a arte. Ela compartilha o sonho de, um dia, ter uma biografia publicada que possa narrar sua jornada artística, as inspirações que a movem e as impressões que deseja transmitir através de suas obras. É uma aspiração que reflete não apenas seu amor pela arte, mas também o desejo de deixar uma marca duradoura no mundo da pintura.


Nós, que temos o privilégio de acompanhar sua trajetória, alimentamos a esperança de ver Maya evoluir cada vez mais em sua técnica e expressividade. A pintura é mais do que um hobby para ela; é uma forma de expressão de sua visão de mundo. O entusiasmo e a dedicação que Maya deposita em cada pincelada são evidentes e inspiram a todos que têm a chance de apreciar suas obras.




"Folhas e Galhos", 40x50 cm_acrílica sobre tela







"Descobertas", 50x50 cm_acrílica sobre tela





Sobre a UP Time Art Gallery:

Galeria de arte itinerante que reúne artistas do Brasil e de países da Europa para disseminar o que há de melhor no cenário da arte contemporânea. Fundada por Marisa Melo, a galeria de arte alcança mais de 30 países ao redor do mundo, isso porque ela funciona de forma itinerante desde o seu nascimento, apresentando mundialmente exposições 3D e exposições regionais e internacionais presenciais com um time de artistas distintos.



Nossos serviços:

Exposições virtuais, físicas nacionais e Internacionais, Feiras de Arte, Projetos, Catálogo de Arte, Construção de Portfólio, Pod Cast, Biografia, Textos Crítico, Assessoria de Imprensa, Entrevistas e Provocações.




35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page